"A leitura faz ao homem completo; a conversa, ágil, e o escrever, preciso."
(Francis Bacon)
Concordo plenamente, por isso resolvi compartilhar aqui minhas leituras e algumas escritas baseadas naquilo que costumamente leio.
Sinta-se à vontade!

14 de mai de 2011

A história de duas irmãs - Parte 1

Texto Bíblico: Lucas 10.38 a 42
38 - E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou Jesus numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa;
39 - E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra.

40 - Marta, porém andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude.

41- E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária;

42 E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.

Introdução
Vivemos num mundo repleto de obrigações, coisas urgentes pra se fazer. Quem nunca tentou fazer de tudo um pouco? Eu já tentei e você provavelmente já tentou. Com tantas ocupações estamos continuamente exaustos mental e fisicamente. Em nosso interior há uma fome, uma vocação para conhecer e amar a Deus, para conhecer verdadeiramente Jesus Cristo e a comunhão com o Espírito Santo. Mas a gente se pergunta onde encontrar tempo e forças. Cultivar a vida espiritual parece mais uma obrigação, uma a mais numa vida transbordante de responsabilidades. Vivemos numa tensão constante entre o urgente e o importante. E assim deixamos o importante prá depois (a oração e o estudo bíblico), pois o urgente requer respostas imediatas!

A Passagem de Lucas 10 descreve muito bem o que sentimos e vivemos hoje.


O Mundo de Marta
Todos nós conhecemos bem a história dessas duas irmãs, e sempre nos estudos búblicos é enaltecido, com razão, a atitude de Maria, que demosntra ter um coração adorador, que entrega a Jesus tudo o que tem de melhor.

Mas Marta nas três vezes em que é citada nos evangelhos (Lc 10, Jo11 e 12), nos proporciona grandes lições.

A passagem de Lucas 10 nos mostra que Marta era a irmã mais velha, dona da casa, que comandava o lar (“Marta, o recebeu em sua casa;”). O seu nome nos diz isso também, pois significa “Senhora” ou “Soberana da casa”.

As escrituras nos deixa claro também que Marta era uma anfitriã extremamente dedicada, zelosa e perfeccionista; tinha e queria tudo sob seu controle. Afinal, para um judeu, hospedar alguém em sua casa era algo muito importante.

Naquele dia Marta recebe Jesus em sua casa, aparentemente com o Mestre havia mais pessoas, talvez cerca de 70. Imagine só o trabalho de receber tantas pessoas em sua casa! O trabalho deve ter sido imenso!

Então Marta começa a dar ordens, precisa organizar o lava-pés, escolher o melhor animal para o abate, mandar sovar os pães, colher as ervas... há tanta coisa pra se fazer! Ela estava recebendo Jesus, aquele que viria a ser o Messias, não podia se contentar com qualquer recepção!

Marta age impulsionada pelo desejo de dar o seu melhor para o Senhor, pelo desejo de servir. Sua intenção era boa!

Mas então, mil coisas começam a pipocar na mente de Marta, as coisas urgentes a arrastam de um lado pra o outro, perfeccionista e muito ativista, Marta não quer deixar escapar nenhum detalhe. Mas muitas coisas acabam deixando-a distraída em muitos serviços. Quem nunca viveu um momento assim? Ou está vivendo? A distração abre brecha para o inimigo, nos deixam vulneráveis. Pois ao distrairmos deixamos de estar na presença de Deus, deixamos de fitar nossos olhos para onde nos vêm o socorro!

Continua...

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe registrado o seu comentário, a sua opinião, é importante para o crescimento desse trabalho.

"O que ama a correção ama o conhecimento;"Pv 12:1a

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...