"A leitura faz ao homem completo; a conversa, ágil, e o escrever, preciso."
(Francis Bacon)
Concordo plenamente, por isso resolvi compartilhar aqui minhas leituras e algumas escritas baseadas naquilo que costumamente leio.
Sinta-se à vontade!

9 de abr de 2012

O mito da adolescência.

Tive o prazer de ler o livro "Radicalize" escrito por dois jovens adolescentes, Alex e Brett Harris, para adolescentes. Seu objetivo é desmistificar a adolescência com um chamado a "pegar pesado", radicalizar, mudar a história e fazer a diferença, num movimento que eles chamam de "rebelução"

Apesar do público a que se destina o livro ser para adolescentes, acredito que o teor do livro alcança a todos em qualquer idade.

Fiz um resumo de algumas partes que gostei bastante. Este é, com certeza, uma excelente leitura para adolescentes, pais, líderes, etc.



O mito da adolescência
A palavra adolescência existe há menos de 70 anos, foi utilizada pela primeira vez em 1941. Antes do século XX as pessoas eram classificadas como crianças ou adultos. A família ou o trabalho eram as principais ocupações do grupo ao qual hoje em dia nos referimos como “adolescentes”.

O que mudou? Por que os rapazes e as moças de antigamente, aos quinze ou dezesseis anos, eram capazes de fazer coisas (e fazê-las muito bem) que muitos jovens na faixa dos 25 aos 30 anos não são hoje em dia? Será porque os jovens atuais são chamados “adolescentes”?

O problema não é com o termo “adolescente” em si, que significa “em crescimento”, mas com o conceito moderno de adolescência, que incentiva e até treina os jovens a permanecer infantis por muito mais tempo que o necessário. Isso gera impedimentos para fazerem as coisas que vocês podem, as que Deus os criou para fazer e até as coisas que gostariam de fazer se conseguissem combater a cultura de depreciação da adolescência que impera em nossa sociedade.

Para se libertarem é preciso uma mudança de mentalidade.

A sociedade não espera muito de jovens durante a época da adolescência, a não ser problemas. Não existem expectativas em relação à competência, à maturidade ou à produtividade dos adolescentes. O máximo que nossa sociedade espera dos adolescentes está aquém do mínimo.

Todos nós somos suscetíveis às baixas expectativas. Tendo cumprido os requisitos mínimos, a nossa tendência é pararmos de nos esforçar.
Não importa se você acha que é capaz ou não – nos dois casos, você tem razão.

Onde há expectativas elevadas, temos a tendência de buscar a excelência para atendê-las; onde as expectativas são reduzidas, isso não acontece. A expectativa divina para os adolescentes é a mesma para os jovens, e é alta (1Tm 4:12).

Seja um adolescente Radical, rompa com o padrão desse mundo, com a desvalorização da adolescência. Essa não é uma época de fuga das responsabilidades, mas uma plataforma de lançamento para o restante da vida.

O que cada um de vocês se tornará no futuro depende em grande medida daquilo que são agora. Será que os adolescentes estão levando isso realmente a sério?

Os anos da adolescência constituem a época mais propícia que Deus proporcionou a vocês para submetê-los a um “treinamento rigoroso”. A Palavra de Deus nos diz: “A beleza dos jovens está na sua força;” Provérbios 20:29a

A adolescência é o momento de “pegar pesado”, fazer coisas radicais, que não seria possível em outras fases da vida, seja pela falta de tempo ou falta de vitalidade. Mas como “pegar pesado”? Como radicalizar?

1. Fazendo coisas que estão além de sua zona de conforto. – Coisas que te leva a sair da rotina e parar um pouco com as atividades cotidianas.

2. Fazendo coisas que ultrapassam aquilo que se espera ou cobra de você. – Não se contente em fazer apenas o necessário, mas tenha como propósito fazer o melhor. Ações radicais são aquelas que dependem por completo de nossa iniciativa, ninguém precisa pedir ou mandar.

3. Fazendo coisas que são grandes demais para serem alcançadas sem ajuda. – Em projetos grandes todos nós precisamos, para sermos eficazes, compartilhar nossa paixão com outras pessoas e recrutá-las para que trabalhem ao nosso lado.

4. Fazendo coisas que não oferecem recompensa imediata – Tarefas como combater o pecado, malhar, fazer a lição de casa e obedecer aos pais são radicais porque você não vê muito progresso de um dia para o outro e também porque a impressão é a de que você seria bem mais feliz se não tivesse de fazê-las. Mas, mesmo assim você faz porque são certas, e não por causa de alguma recompensa imediata. Você se sentirá melhor a longo prazo, embora tenha de “pegar pesado” a curto prazo.

5. Fazendo coisas que desafiam a norma cultural – Essas escolhas seguem na contramão da sociedade: vestir-se moderadamente, dizer “não” ao sexo antes do casamento, manter a opinião em assuntos como a homossexualidade e o aborto, recusar-se a assistir filmes eróticos ou pornográficos, falar do evangelho a outras pessoas ou viver verdadeiramente como cristão.

Ao fazer isso você poderá mudar o curso da História. Fazendo coisas radicais estará formando seu caráter, desenvolvendo sua competência e conseguirá atrair mais pessoas para participar de algo grandioso com você.

A Palavra de Deus nos diz: “Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta,” Hebreus 12:1

Então comece agora! Dê adeus a seu modo antigo de viver, dê o primeiro passo!

· Identifique a área em que precisa agir com honestidade;

· Decida quais ações ou padrões negativos precisam chegar ao fim;

· Reconheça que pessoas podem ajudá-lo e elabore um plano para não perder contato com elas;

· Imagine quais passos efetivos estratégicos que, ao serem dados, tornará mais difícil voltar atrás e decida quando e como dar esses passos.

· Reconheça que não conseguirá sucesso em seus planos sem a ajuda de Deus, por isso elabore um plano prático para se manter em comunhão com Ele.

· Mantenha a expectativa do sucesso, isso o deixará entusiasmado!

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe registrado o seu comentário, a sua opinião, é importante para o crescimento desse trabalho.

"O que ama a correção ama o conhecimento;"Pv 12:1a

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...