"A leitura faz ao homem completo; a conversa, ágil, e o escrever, preciso."
(Francis Bacon)
Concordo plenamente, por isso resolvi compartilhar aqui minhas leituras e algumas escritas baseadas naquilo que costumamente leio.
Sinta-se à vontade!

17 de jan de 2016

O Reino de Deus


Pois o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo;
Romanos 14:17

O Reino de Deus não é comida e nem bebida porque não se ocupa primeiramente das coisas materiais. Logo, cai por terra todas as teologias que têm a sua ênfase nas coisas materiais da terra, a comida e a bebida. A comida e a bebida são as necessidades materiais básicas do nosso corpo, e, apesar de encontrarem espaço no Evangelho, elas não são a prioridade do Reino, a comida e a bebida não é o que define o Reino de Deus.

Mas o Reino de Deus é Justiça primeiramente, Justiça de Deus. Mas o que é a justiça de Deus? Não podemos incorrer no erro de comparar a justiça divina com a justiça terrena. A filosofia pós-moderna com sua negação da Verdade Absoluta tem influenciado a justiça terrena, de modo que a justiça do homem está migrando das questões de certo e errado para os conflitos sobre os ‘direitos das pessoas’. A justiça terrena quer julgar agora, não mais de acordo com o tema da moral, mas de acordo com os direitos individuais. Se fôssemos aplicar o mesmo princípio à justiça de Deus teríamos de receber de Deus o que nós temos direito de receber, e isso seria a morte, pois todos pecaram e o salário do pecado é a morte. Mas Deus não nos julga de acordo com o nosso merecimento. Por nos amar de maneira grandiosa, Deus enviou Jesus à terra, saldou nossa dívida de pecado e agora a sua justiça nos oferece a Graça, a Salvação, a vida Eterna. Não porque assim o merecemos, jamais mereceríamos tal presente, mas porque Jesus se fez pecado por nós, através Dele e por meio Dele somos justificados diante de Deus.

Isso é grandioso! A prioridade do Reino de Deus é a nossa Salvação, a Graça que nos é oferecida mediante a fé no sacrifício de Cristo Jesus. A alegria e a paz seguem a Graça, porque o pecador justificado diante de Deus sabe que está liberto do peso do seu merecimento. 

O reino de Deus é paz que segue a justiça e a alegria. A alma do pecador justificado que recebeu o Reino de Deus, descansa num Deus Soberano que fez o céu e a terra e que se doou por inteiro para o salvar. Não há mais condenação, não há mais morte! A paz que excede todo o entendimento torna possível ao homem observar a criação de Deus e perceber que Ele mesmo alimenta até o mais simples pardal e veste as flores do campo com as mais lindas vestes, quanto mais o alimentará!

O reino de Deus é alegria no Espírito Santo. O pecador salvo sai alegre pelo caminho anunciando as Boas-Novas da Salvação; cada parte do seu ser é preenchido por uma felicidade que está acima das circunstâncias, uma alegria que espera pacientemente a vinda de seu Salvador. Aquele que recebe o Reino de Deus, recebe o Espírito Santo em seu ser, que o consola (não há mais lugar para a tristeza que desespera!), o guia (não estará mais perdido e sem rumo), o ensina, o capacita, lhe dá dons para servir e ser útil no Reino que adentrou.

Para quem não recebeu o Reino de Deus em sua vida, mesmo na abundância de comida e bebida padece de tristeza e ansiedade. Mas para aqueles que adentraram no Reino de Deus e experimentaram da sua justiça, na escassez de comida e bebida encontram a alegria e a paz! (Melhor é o pouco com justiça, do que a abundância de bens com injustiça. PV 16.8)

Vejam por exemplo a multidão que acompanhou Jesus em seu sermão antes da multiplicação dos pães, eles ficaram muito tempo ouvindo Jesus e não se queixaram de fome ou sede, pois o próprio Deus, a fonte de toda a vida, estava ali, bem na frente deles. Somente quando foram despedir a multidão foi que os discípulos viram a necessidade de alimentá-los (Mc 6) e o próprio Jesus os alimentou.

Nosso corpo não é inferior no Reino de Deus, ele será glorificado quando Cristo voltar. Mas as necessidades do corpo aqui e agora não são prioridades no Reino, pois não somos um corpo, antes, somos uma alma habitando um corpo, e a prioridade de Deus é resgatar a alma da humanidade que está no pecado.

Que nós possamos ser sensíveis à voz do Espírito Santo que nos ensina a verdadeira natureza do Reino de Deus e que possamos dizer: “Venha a nós o teu Reino”!

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe registrado o seu comentário, a sua opinião, é importante para o crescimento desse trabalho.

"O que ama a correção ama o conhecimento;"Pv 12:1a

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...